2 de dez de 2009

O Beijo no Asfalto


Já vi algumas adaptações de peças do Nelson Rodrigues para o cinema; A Falecida, A Dama do Lotação, Boca de Ouro, todas boas, umas mais outras menos, mas essa de Bruno Barreto é disparada a pior!
Será que na época o cara não tinha nenhuma noção de direção de atores? Seu único intuito foi filmar uma peça de teatro?

Do livro "Esculpir do tempo", escrito pelo cineasta russo Andrei Tarkovski, tirei esses trechos para embasar minhas observações:

"Pode-se representar uma cena com precisão documentária, vestir os atores de forma naturalisticamente exata, trabalhar todos os detalhes de modo a conferir-lhes uma grande semelhança com a vida real e, mesmo assim, realizar um filme que em nada lembre a realidade e que transmita a impressão de um profundo artificialismo, isto é, de não fidelidade com a vida, ainda que o artificialismo tenha sido exatamente o que o autor tentou evitar."

"(...) os filmes de Lumière foram os primeiros a conter a semente de um novo princípio estético. Logo a seguir, porém, o cinema distanciou-se da arte e empenhou-se em seguir o caminho mais seguro dos interesses medíocre e lucrativos. Nas duas décadas seguintes, filmou-se praticamente toda a literatura mundial. além de um grande número de obras teatrais. O cinema foi explorado com o objetivo direto e sedutor de registrar o desempenho teatral; tomou o caminho errado, e temos de aceitar o fato de que ainda hoje sofremos as tristes conseqüências dessa atitude.

Bruno Barreto fez tudo o que Tarkovski mais detestava no cinema, foi um baita de um preguiçoso e fez de um dos textos mais importantes do teatro uma peça sem graça, sem vida, quase sem significado. E não estou pedindo que Bruno Barreto tivesse transformado o filme numa obra moderna.

Pra quem interessar, esse é o link torrent pra downloadear o filme

ed2k://|file|O.Beijo.no.Asfalto.filbradown.blogspot.com.avi|732203008|66ACCBBCD4C5D1BF51F6AC5CB6751CCC|/


Mas peço que antes de assistir o filme, leia o texto original, como eu fiz. É um texto curto, dá pra ler numa tarde ou duas. Infelizmente não encontrei o texto para download, aquele link é para as opções de compra na Estante Virtual.

Até!



Nenhum comentário: